sábado, 29 de setembro de 2012

Não a resignação

Uma derrota é sempre de sabor amargo, ainda mais quando acontece num derby.
 Digerir-la bem? Impossível, pois os Vitorianos não estão nem nunca vão estar habituados a perder com os marroquinos.

 Aparentemente este ano as ambições não são muitas, a equipa todos sabemos é modesta, o plantel é curto de opções, as dificuldades financeiras são muitas, enfim o cardápio de dificuldades continua e é demasiadamente longo, então o que será que nos resta?

Quero acreditar que o Vitória é aquele que se viu nos primeiros 15/20 m e não aquele que se resignou perante os milhões do adversário. É isso que temos que nos agarrar pois a atitude, o querer ganhar, a vontade de conquistar é a mentalidade que temos e é só nossa! É isto que os jogadores que defendem a camisola do REI devem ter em mente quando entram para as 4 linhas, independentemente de quem seja o adversário.

 Algumas notas vitorianas do jogo de ontem:

 - A estreia do novo equipamento "Conquistador" com a cor azul. Percebo a jogada de marketing, mas não gosto do azul.

 - O ambiente do estádio, com as coreografias das claques e as patrocinadas pelo Espaço Guimarães a embelezarem, ainda mais o estádio do Rei;

 - Pela negativa (além do resultado) foi a troca de camisolas de Leonel Olímpio no final do jogo com um jogador adversário. Mau exemplo de um dos capitães de equipa.

Nota final para Rui Vitória que foi infeliz nas substituições já que não surtiram absolutamente nenhum efeito positivo, antes pelo contrário. Aspectos a rever já no próximo jogo diante da Académica.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Lavar as mãos como Pilatos


Esta foi aparentemente a carta enviada pelos "Pilatos" (para não chamar de outra coisa) que andaram a desgovernar o nosso Clube. Corja como esta não interessa ao Vitória.

A confirmar-se como certa esta noticia/decisão, estes senhores só têm um caminho...