sábado, 26 de fevereiro de 2011

Derrota amarga

O Vitória acedeu hoje ao 3 lugar da tabela classificativa. A história do jogo devia se resumir a esta simples frase, mas infelizmente a tradição manteve-se.

O Vitória em boa verdade voltou a ser o "Pai dos Pobres", permitindo uma vez mais que a chamada chicotada psicológica surtisse o efeito desejado. É caso para fazer ponderar os clubes que vêm a Guimarães, se devem ou não trocar de treinador, isto claro se quiserem vir ganhar!

O bom futebol praticado esta noite pela equipa fica assim para segundo plano,  já que os pontos é que valem.
 

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Campanha de angariação de sócios

O Vitória acaba de anunciar o lançamento  de uma iniciativa que visa fomentar o Vitorianismo junto das escolas de Guimarães.

Esta iniciativa é lançada numa altura em que as assistências no D.Afonso Henriques têm vindo a diminuir a olhos vistos. É por isso tempo de "juntar espingardas".

Saiba mais aqui

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Xico perdeu mas o público ganhou

Perante uma casa pouco habitual nos últimos tempos (cerca de 800 espectadores), o Xico andebol defrontou e perdeu por 39-20 frente à equipa alemã Gummersbach, actual detentora da Taça das Taças.

A derrota acaba por ser mais que natural, já que o Xico Andebol não tem argumentos para se bater de igual para igual,  frente a uma equipa alemã por demais reconhecida no panorama internacional do andebol.

Resta a deslocação à Alemanha para completar mais uma brilhante jornada europeia da equipa de Guimarães, que diga-se não consegue encontrar forma de amenizar os problemas económicos que atravessa, talvez o Vitória possa vir a ajudar!

Para saber mais siga o link

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Rumo ao 3º lugar

O Vitória  conquistou esta noite 3 pontos de particular importância, já que foram conquistados diante de um adversário que até podia se ter isolado no posto que acabou -  felizmente - por ser reforçado pelo Vitória.

 Esta época têm sido poucos ou nenhuns os jogos em que o Vitória tenha feito uma exibição de "encher o olho". Esta noite, não fugiu á regra, mais uma vez o Vitória fez sofrer os Vitorianos até ao apito final do árbitro, nada que já não estejamos habituados!

A matemática diz que estamos mais perto do 3º do que perder o 4º lugar, por isso é preciso continuar a acreditar nesta equipa, confiantes que nos podem conduzir ao lugar que merecemos por direito próprio.

Sexta-feira há mais, e logo diante da Académica...

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Não deu para mais

Perante  quase 13 mil espectadores...,  o Vitória não foi capaz de brindar os Vitorianos com mais 3 pontos. 

No regresso do futebol ao domingo à tarde, o Vitória apresentou-se com um onze muito renovado. Manuel Machado apostou para esta partida em Renan, João Pedro, Faouzi, Ndyiae,  e foi feliz, pois estes jogadores mostraram que podemos contar com eles no futuro próximo, com especial destaque para as exibições do central Ndiaye, e de João Pedro que mostraram ter boa qualidade. Noutro sentido, João Ribeiro desperdiçou  a oportunidade dada, ao realizar uma exibição pouco mais de medíocre.

O Vitória não se mostrou eficaz no sector atacante, desperdiçando uma vez mais excelentes oportunidades de golo, com a mais flagrante a ser protagonizada por Renan, ainda na primeira parte depois de um cabeceamento de Faouzi à trave.

Veja os melhores momentos:

Vitorianos ao futebol!

O Vitória defronta esta tarde o Nacional pelas 16h. O dia, esse não podia estar mais convidativo para uma boa tarde de futebol, é caso para dizer que estão todas as condições reunidas para os Vitorianos se possam deslocar em massa ao D.Afonso Henriques.

O Nacional vem com o objectivo de alcançar o Vitória na tabela classificativa, mas vai encontrar pela frente uma equipa, que não vai querer deixar fugir a oportunidade de chegar mais perto do 3º classificado, aquele que tem o treinador que ia para lá para ser campeão...

A possível estreia de João Pedro, reforça de Inverno emprestado pelo Palermo, a possibilidade de Renan se estrear a titular para o campeonato, a juntar ao facto de o Vitória ter colocado à venda bilhetes de acompanhante a preço convidativo ( 5,00€) , fazem antever uma boa casa.

Tem a palavra os Vitorianos.

 

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Será complicado?

É complicado... São muitas as razões que me levam a pensar que é complicado. Será que é complicado ser Vitoriano ou começa a ser ou sempre foi?

É por demais evidente que actualmente o nosso quotidiano Vitoriano, está complicado.

Desde logo pelo ambiente cada vez mais tristonho e sobretudo impaciente que se vive no D.Afonso Henriques. A cada jogo que passa mais fico convencido que nós Vitorianos queremos ganhar os jogos antes de eles começar, o que convenhamos é complicado.

Por outro lado, penso que a SportTV está a habituar mal os adeptos de futebol, senão vejamos, transmitem "jogos de outro mundo" de um País chamado Inglaterra ou Espanha que tem jogadores de futebol completamente desconhecidos no nosso mundo, sejam eles Messis, Cristianos, Torres, Drogbas, Lampards, Gerards, Xavis enfim... esses - convencemo-nos - disso são e serão sempre "aliens" para nós.

Nós por cá temos é que ser realistas, conscientes dos nossos limites e orgulhosos das nossas virtudes, e essas felizmente estão intactas, pelo menos as dos Verdadeiros Vitorianos.

Todos sabemos que somos adeptos de 8 ou 80, para nós o 40 simplesmente não existe. 

Somos muito fortes na tristeza absoluta, um exemplo claro disso foi a descida de divisão em todos os aspectos. Somos ainda mais fortes e delirantes no sucesso, como por exemplo nos festejos do acesso à pré eliminatória da liga dos campeões, mas nós também temos os nossos defeitos, e isso tem um nome FALTA DE TÍTULOS.

E é essa ânsia de ganhar títulos,  que muitas vezes joga a nosso desfavor, a maior prova disso é infelizmente o nosso palmarés nacional (no futebol) ou a falta dele, e isso vai ter de mudar um dia.
 

É preciso perceber quais os factores que levam a que 6 mil Vitorianos se desloquem a Setúbal para assistir a uma meia final da taça de Portugal, ou por outro lado quais as razões que levam a que numa meia final da mesma competição jogada no D.Afonso Henriques tenham tido pouco mais de 10 mil Vitorianos. É preciso perceber que razões sociais,  culturais e psicológicas têm contribuído para o crescente desencantamento,  infelizmente cada vez mais notório no nosso D.Afonso Henriques.

 Será complicado?

Tem a palavra os Vitorianos.

O Vitória é o nosso e há-de ser, o Vitória é nosso até morrer.